PBL| Problematizar para entender

Outros conteúdos referentes a atuação profissional comumente não desafiam os estudantes, aparentam ser mais fáceis e menos interessantes. Esse é o caso dos conteúdo relacionados a atuação de recepcionista, até pela experiência prática nas empresas, o estudante costuma avaliar esse conteúdo como "fácil demais", desinteressante. Ao docente é um grande desafio, pois na verdade, assim como os outros conteúdos, este também tem sua complexidade e fundamental importância.

Dessa vez, escolhi problematizar a respeito dos procedimentos de rotina do recepcionista, e melhorei a integração com os conteúdos  de formação cidadã dessa mesma UC, no caso, relacionados à diversidade e tolerância. A pergunta problematizadora era "Como podemos personalizar o atendimento em recepções cujo público tem necessidades específicas?"

A turma foi dividida em dois grupos, que experimentam as seguintes etapas:

Exploração em campo| Grupo 01 -Turma 30/ 2017 
Definição do público| grupo 01: terceira idade/ grupo 02: apaixonados pela lua.

Definição do tipo de empresa e modelo de negócio| grupo 01: Old Help (serviço de assessoria ao uso de tecnologias) / grupo 02: Space Land (serviço de entretenimento de hotel que reproduz experiências do espaço sideral).

Jornada do Usuário| desenho do fluxo de interação, considerando em especial a recepção, destaque dos pontos relacionados ao perfil do recepcionista e os documentos envolvidos.
Exploração em campo| Grupo 02 -Turma 30/ 2017 
Pesquisa de Campo| imersão na experiência do público-alvo em negócios similares.

Síntese| apresentação do desenvolvimento e das propostas de solução, com uso do Canva ou Google Sites.

Os estudantes se envolveram bastante com o projeto, perceberam maior significado no conteúdo e como bônus desenvolveram ideias para o Empreenda - concurso de empreendedorismo da escola. As conexões com a rotina de trabalho nas empresas eram constantes, os objetivos foram contemplados com sucesso.